Band é processada e pode perder marca MasterChef Deixe um comentário

Um dos principais produtos da Band, o Masterchef Brasil corre o risco de sair do ar. O instituto de gastronomia argentino Mausi Sebess está processando a emissora e a Endemol Shine alegando uso indevido da marca.

A escola de gastronomia argentina argumenta que o programa está usando a marca Mausi Sebess de forma indevida – eles possuem registro no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) até 2027. Um pedido de liminar, que corre na 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, pede a retirada do Masterchef do ar.

Com sede em Buenos Aires, a escola oferece um curso a distância chamado Educação Master Chef para brasileiros. Em 2013, um ano antes da Endemol vender o reality para a Band, a Mausi Sebess entrou com pedido de registro no Inpi.


O MasterChef Brasil estreou em setembro de 2014. A Endemol, então, pediu a propriedade do nome no Inpi e teve o pedido rejeitado. Em 2017, a marca foi concedida a escola de gastronomia.

Neste ano, a Mausi Sebess entrou na Justiça pedindo que o programa não fosse exibido. A escola já foi derrotada em duas instâncias, mas segue tentando impedir a transmissão do Masterchef.

A Band não se pronunciou sobre o caso. Já a Endemol mandou um comunicado.

“O MasterChef é um dos formatos de TV mais aclamados do mundo, originalmente lançado em 1990, presente em mais de 60 territórios globalmente. Aqui no Brasil é uma das principais séries de culinária do país, sendo uma marca lifestye conhecida e de sucesso. Contestamos a ação no mérito e não comentamos ações judiciais em curso”, diz a nota.

 

Fonte: site Metropoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrinho de Compras

close